Três conjuntos habitacionais fantasmas em São Vicente. Mas, foram gastos 12 milhões!

Foto de Felipe Lobo

Em São Vicente no bairro do Joquey Clube, mais precisamente no Dique Sambaiatuba, três conjuntos habitacionais servem perfeitamente para um filme de fim dos tempos, ou, para aqueles documentários de canal a cabo estadunidense “History” que contam histórias mirabolantes, tipo, ¨imaginem o mundo sem ninguém.¨

No entanto, a história destes conjuntos, infelizmente, não é fictícia, é tão real e perversa que precisamos pensar de verdade num mundo sem Estado, representantes e administradores públicos, pois, são tão incompetentes que não é possível sequer imaginar um mundo com eles.

Mas, vamos ao cerne da questão: Nestes três conjuntos foram gastos 12 milhões, (O dinheiro da obra veio do FAT fundo de amparo ao trabalhador) ficou pronto em 2004, porém, logo foi abandonado pela burocracia e pela incompetência Municipal, Estadual e Federal que em 2005 não sabiam se o projeto iria virar “Minha casa minha vida” ou ficaria como obra do PAR . Em 2007 a CDHU entra como Administradora, porém, a obra fica novamente emperrada, porque parte do dinheiro virá do PAC, outra parte do Estado e outra do Município, só que… Nada aconteceu e o prédio continuou abandonado. Com isso, a população foi ocupando e retirando o que precisava.

Depois de inúmeras denúncias, agosto de 2010, a Prefeitura de São Vicente e a Caixa Econômica Federal anunciaram que as obras seriam retomadas com previsão para novembro de 2011. Já estamos em novembro de 2012.

E aí? Nada! Quem tiver a oportunidade pode conferir os esqueletos dos prédios que são o que restam, parte dele foi ocupado pela população, outra parte afunda na lama e é ocupado pelo mato.

Segundo o ex secretário de habitação de São Vicente Alfredo Martins, (hoje vereador eleito ) questionado pela Rádio da Juventude, ” Ali há um problema de burocracia no qual depende de muitas questões que me fogem a alçada”. Resumindo: Ocupemos!

Pois, a incompetência administrativa de quem representa a população nunca vai mudar, e chega de representantes, façamos por nós!

Share